A história do Conselho Nacional

No Brasil, a década de 1940 foi um período de adaptação às mudanças nos cenários interno e externo: a renúncia de Getúlio Vargas, o fim da Segunda Guerra Mundial, a posse de Eurico Gaspar Dutra na presidência da República e o crescimento da industrialização são exemplos históricos desse contexto. Era uma época com perspectivas de liberdade e democracia, após um longo período de autoritarismo que caracterizou o Estado Novo.

Ao mesmo tempo, com as liberdades civis e políticas reconquistadas, surgiram demandas sociais que estavam reprimidas, a maioria ligada aos direitos fundamentais do cidadão, como saúde, alimentação, transportes e habitação.

Entre os empresários dos setores da indústria, agricultura e comércio, estava clara a necessidade de criar um plano de ação social para o Brasil. Formalizado na Carta Econômica de Teresópolis, de 1945, a ideia ganhou força após uma reunião de sindicatos patronais e empregados de Minas Gerais. Ali, elaborou-se a Carta da Paz Social, amparada pelos princípios de solidariedade social que norteariam, algum tempo depois, a criação do SESI e do órgão responsável pela sua normatização, o Conselho Nacional.

O Decreto-Lei nº 9.403, de 1946, atribuiu à Confederação Nacional da Indústria (CNI) a criação, direção e organização do SESI. Em 1º de julho do mesmo ano os membros do Conselho de Representantes da CNI, assim que tomaram conhecimento do texto presidencial, aprovaram o 1º regulamento da instituição que compreendia um Conselho Nacional, um Departamento Nacional e Órgãos Regionais para atender todo o território nacional. Mais tarde, em setembro de 1947, foi inaugurada a da primeira sede do Conselho Nacional do SESI, em São Paulo.

Presidentes do CN SESI

  1. Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira

    Presidente

    2019 - atual

  2. João Henrique de Almeida Sousa

    Presidente

    2016 - 2018

  3. Gilberto Carvalho

    Presidente

    2015 - 2016

  4. Jair Antônio Meneguelli

    Presidente

    2003 - 2015

  5. Leonor Barreto Franco

    Presidente

    1995 - 2003

  6. Fanor Cumplido Junior

    Presidente

    1985 - 1994

  7. Cláudio Eugênio Stiller Galeazzi

    Presidente

    1979 - 1985

  8. Gilberto Mendes de Azevedo

    Presidente

    1967 - 1979

  9. Hiaty Leal

    Presidente

    1967

  10. Ovídio Saraiva de Carvalho Neiva

    Presidente

    1965 - 1967

  11. Clóvis Mattos Sá

    Presidente

    1964 - 1965

  12. Hiaty Leal
    Eurico Amado
    Orlando Laviero Ferraiolo

    3ª Junta Governativa

    1964

  13. Alberto de Assumpção Cardoso

    Presidente

    1964

  14. Hugo de Araújo Faria

    Presidente

    1961 - 1964

  15. Fernando Gasparian
    Paulo Figueiredo Barreto
    José Pironnet

    2ª Junta Governativa

    1961

  16. Osmário Martins Ribas
    José Villela de Andrade Junior
    José Pironnet

    1ª Junta Governativa

    1961

  17. Osmário Martins Ribas

    Presidente

    1961

  18. Pedro Paulo Penido

    Presidente

    1956 - 1961

  19. Eurico de Aguiar Salles

    Presidente

    1955 - 1956

  20. Helvídio Martins Maia

    Presidente

    1955

  21. Prudente de Moraes Neto

    Presidente

    1954 a 1955

  22. Armando de Arruda Pereira

    Presidente

    1947 a 1954

  23. Roberto Cochane Simonsen

    Presidente

    1946 a 1947

Valores Institucionais

Nossa missão

Exercer o papel normativo, deliberativo e de controle do SESI, a fim de contribuir nas decisões estratégicas institucionais e com a geração de valor para o SESI, a indústria, os trabalhadores e a sociedade.

Nossa visão

Ser reconhecido pela excelência no cumprimento de suas atribuições regulamentares e como órgão de apoio estratégico de gestão e indutor de boas práticas no SESI.

Nossos valores

  • Integridade

    Agir com ética pessoal e profissional, com senso de justiça, honestidade, equidade, impessoalidade e imparcialidade.

  • Conformidade

    Agir de acordo com a legislação, as normas e as boas práticas aplicáveis à instituição.

  • Transparência

    Disponibilizar as informações sobre nossas ações e os respectivos resultados, bem como sobre o emprego de seus recursos de forma fácil e acessível para todos, sobretudo para a indústria, seus trabalhadores e a sociedade.

  • Valorização das pessoas

    Promover o reconhecimento profissional e pessoal de seus colaboradores, valorizando, desde o processo seletivo, as suas competências técnicas, gerenciais e comportamentais.

  • Eficiência

    Otimizar o emprego dos recursos, atingindo os resultados almejados com o mínimo de recursos possível.

Membros do Conselho Nacional

Representantes da Indústria
Representantes dos Trabalhadores
Representantes do Governo
  • Presidente do Conselho Nacional do SESI

    Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira

  • Presidente da Confederação Nacional da Indústria

    Robson Braga de Andrade

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Acre

    João Paulo de Assis Pereira

  • Conselho Regional do SESI no Estado de Alagoas

    José Carlos Lyra De Andrade

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Amazonas

    Antônio Carlos Da Silva

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Amapá

    Nota Informativa

    • Desde 2013, de acordo com a Resolução nº 17/2013, ficaram suspensas as atividades do Conselho Regional passando à esfera do Conselho Nacional as atribuições do colegiado regional.
  • Conselho Regional do SESI no Estado da Bahia

    Antonio Ricardo Alvarez Alban

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Ceará

    José Ricardo Montenegro Cavalcante

  • Conselho Regional do SESI no Distrito Federal

    Jamal Jorge Bittar

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Espírito Santo

    Cristhine Samorini

  • Conselho Regional do SESI no Estado de Goiás

    Sandro Mabel Antonio Scodro

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Maranhão

    Edílson Baldez Das Neves

  • Conselho Regional do SESI no Estado de Minas Gerais

    Flávio Roscoe Nogueira

  • Conselho Regional do SESI no Estado de Mato Grosso do Sul

    Sérgio Marcolino Longen

  • Conselho Regional no SESI no Estado de Mato Grosso

    Gustavo Pinto Coelho De Oliveira

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Pará

    José Conrado Azevedo Santos

  • Conselho Regional do SESI no Estado da Paraíba

    Francisco De Assis Benevides Gadelha

  • Conselho Regional do SESI no Estado de Pernambuco

    Ricardo Essinger

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Piauí

    Antonio José de Moraes Souza Filho

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Paraná

    Carlos Valter Martins Pedro

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Rio de Janeiro

    Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Rio Grande do Norte

    Amaro Sales De Araújo

  • Conselho Regional do SESI no Estado de Rondônia

    Marcelo Thomé da Silva de Almeida

  • Conselho Regional do SESI no Estado de Roraima

    Izabel Cristina Ferreira Itikawa

  • Conselho Regional do SESI no Estado do Rio Grande do Sul

    Gilberto Porcello Petry

  • Conselho Regional do SESI no Estado de Santa Catarina

    Mario Cezar De Aguiar

  • Conselho Regional do SESI no Estado de Sergipe

    Eduardo Prado de Oliveira

  • Conselho Regional do SESI no Estado de São Paulo

    Josué Christiano Gomes da Silva

  • Conselho Regional do SESI no Estado de Tocantins

    Roberto Magno Martins Pires

  • Central Única dos Trabalhadores (CUT)

    Francisca Trajano dos Santos

  • Central Única dos Trabalhadores (CUT)

    Quintino Marques Severo

  • Força Sindical (FS)

    Herbert Passos Filho

  • União Geral dos Trabalhadores (UGT)

    Alexandre Donizete Martins

  • Força Sindical (FS)

    Rogério Jorge de Aquino E Silva

  • Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST)

    Artur Bueno de Camargo

  • Ministério do Trabalho e Previdência

    Rodrigo Zerbone Loureiro

  • Instituto Nacional do Seguro Social - INSS

    Guilherme Gastaldello Pinheiro Serrano

Composição do CN-SESI

    A composição do Conselho Nacional do SESI é definida pelo Decreto nº 5.726, de 16 de março de 2006, que designou a participação de:
  1. Um Presidente, nomeado pelo Presidente da República;
  2. O Presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI)
  3. Presidentes dos Conselhos Regionais, representando as categorias econômicas da Indústria;
  4. Um representante do Ministério do Trabalho e Emprego;
  5. Um delegado da categoria econômica das comunicações;
  6. Um representante das autarquias arrecadadoras, designado pelo Conselho Superior da Previdência Social;
  7. Um representante de categoria assemelhada e por seis representantes dos trabalhadores da indústria, indicados pelas suas confederações e centrais sindicais.

Data de Criação dos DR's
  1. ACRE 14/04/1989
  2. ALAGOAS 20/07/1946 – Del/Reg.
  3. AMAPÁ 02/04/1991
  4. AMAZONAS 13/10/1948 – Del/Reg.
  5. BAHIA 05/1948
  6. CEARÁ 07/07/1948
  7. DISTRITO FEDERAL 01/01/1974
  8. ESPÍRITO SANTO 30/06/1951
  9. GOIÁS 01/05/1953
  10. MARANHÃO 03/11/1949
  11. MATO GROSSO 15/09/1976
  12. MATO GROSSO DO SUL 30/01/1979
  13. MINAS GERAIS 07/03/1947
  14. PARÁ 29/04/1949
  15. PARAÍBA 01/01/1949
  16. PARANÁ 01/03/1947
  17. PERNAMBUCO 11/03/1947
  18. PIAUÍ 20/06/1955
  19. RIO DE JANEIRO 01/07/1947 criação Dp. Reg
  20. RIO GRANDE DO NORTE 22/02/1945 criação Del. Reg
  21. RIO GRANDE DO SUL 19/09/1946
  22. RONDÔNIA (passou a Regional em 1987) 20/10/1972 (sub N. Reg. AM)
  23. RORAIMA 01/07/1991
  24. SANTA CATARINA 06/12/1951
  25. SÃO PAULO 06/12/1951
  26. SERGIPE 02/01/1949
  27. TOCANTINS 08/07/1992

Nós respeitamos sua privacidade. Utilizamos cookies para coletar estatísticas de visitas para melhorar sua experiência de navegação. Saiba mais em nossa política de privacidade.

Entendi e Fechar